terça-feira, 8 de julho de 2014

#Tamojunto...

Acabei de ler a coluna da Tati Bernardi, na Folha de São Paulo e, novamente, acabei digerindo por alguns minutos o texto para então comentar aqui...

A Tati mencionou em como seu pai, frustrado com a baixaria que anda esse país, ficou sensibilizado com o jovem de cabelo desgrenhado que vinha apanhando desde o primeiro jogo da copa... "Quebraram o menino", nas palavras dele. Assim como a sua mãe, que viu a inocência do menino, em sua declaração cheia de lágrimas no domingo.

Não sou um apaixonado pelo futebol, não tenho acompanhado a copa e só assisti um jogo na íntegra por que ameaçaram que eu não jantaria se não assistisse. Todos que me conhecem sabem que detesto o cai-cai que virou o futebol nas últimas décadas.

No entanto, o silêncio que se seguiu quando o garoto caiu, já com a mão nas costas, em prantos, era quase palpável. Aposto que os revolucionários de araque que juravam "NÃO VAI TER COPA", e vinham acompanhando a festa, como se nada tivesse acontecido nos meses anteriores, fizeram parte da plateia silenciosa na frente da televisão.

Desde então vimos duras críticas, e deboches variados em nossas timelines. Comparações com o atendimento do SUS e as declarações (pra variar) estúpidas do Galvão na hora.

Fato é que, como a Tati disse no texto dela, Neymar em sua declaração emocionada de poucos minutos, conseguiu pegar boa parte da população que ainda não havia "comprado" a copa... O moleque conseguiu transmitir a importância do sonho pelo qual lutava para os telespectadores em poucos minutos.

Não, eu não queria copa. Queria que o Ronaldo tivesse respondido para qual Estádio levaram o Neymar quando o tiraram de campo, já que "Copa não se faz com Hospital"...

Não, eu não acho que o coitado do jogador colombiano deva ser linchado em praça pública. Futebol, ao menos a última vez que eu vi, ainda era um esporte de contato, onde lesões sérias acontecem o tempo todo.

Não, eu não vou assistir o jogo hoje... Ou qualquer um dos próximos... Mas entendo quem vai, afinal de contas, quebraram o "canarinho"... Agora é pessoal...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade