sexta-feira, 4 de maio de 2012

May the fourth be with you 2012...

Então galera... Hoje é o dia internacional de Star Wars (não sei como ainda não declararam como feriado galático)... Mas por que dia 4 de Maio? Pois bem...

Pelo óbvio trocadilho "May the FORCE be with you"... O esquema só faz sentido em inglês, então nem viaje muito por cima... Enfim... Que tal uma listinha dos melhores e piores momentos desta saga que até hoje é um fenômeno cultural.

Piores momentos...
Jar Jar Binks
Óbvio... Esse fdp, mala sem alça e filho duma égua submarina... É simplesmente o personagem mais chato de todo o universo Star Wars, como se não bastasse ser um imbecil, ainda foi um dos principais responsáveis pelo império ter tomado o poder... Ou alguém esquece quando ele passou o poder pro Palpatine?

Me recuso a colocar uma imagem desse podre aqui...

A "Marketização" da Série...
Sério... Desde o lançamento do primeiro filme, George Lucas ganhou dinheiro com qualquer coisa relacionada a Star Wars que você possa imaginar, e aí entram brinquedos infantis, miniaturas de luxo, legos, revistas em quadrinhos (digitais e impressas), roupas, games (cada plataforma lançada até hoje teve um game de Star Wars... No mínimo), toalhas de banho, papel higiênico temático (acredite), álbuns de figurinhas, cds com trilha sonoras, vhs (dvds e blurays nos últimos tempos) e por aí vai...

Isso não apenas causa um desgaste da imagem (que... Pra mim causa mesmo) como gera um exército de imbecis que se acham nerds ou geeks apenas por que sabem quem é o Darth Vader... Pergunta quem é o Jango pra ver se sabem... Não vou nem chutar baixo perguntando quem é o Wedge Antilles...

Mas o pior mesmo é que qualquer merda que renda dinheiro o George lança lá a marca... A exemplo do fiasco abaixo.

Star Wars Dancing...
Pra quem ainda não ouviu falar, existe um game da série Star Wars para Xbox 360, com 100% das funcionalidades do Kinect... Sistema de sensor de movimentos que lhe permite jogar sem qualquer controle nas mãos... Show né? NÃO.

O jogo é uma bosta, o sensor é meia boca, as fases são passadas em estilo de trilhos... Sim amigo, como se tivesse jogando um daqueles games de fliperama com uma pistola de plástico nas mãos... Mas o pior não é o jogo escroto em si... E sim um game bônus que está no pacote...
Ele permite que você dance ao som de músicas pop internacionais com personagens da saga Star Wars... Perfeito né? NÃO... Isso é uma bosta de um sacrilégio... George Lucas tinha que queimar no fogo do inferno só por isso... Bastardo...

Colocar o Pateta do Hayden Christensen no Final do Episódio 6...
George Lucas, nós entendemos que você pode ter feito merda sem saber quando escalou um dos piores atores da galáxia para interpretar um dos maiores vilões de todos os tempos. Nós também entendemos que você tivesse que continuar com ele depois de o Ataque dos Clones, vai fazer o que? Substituir o muleque depois do filme?

Nós entendemos que você seja um bastardo filho da mãe que todo ano lança uma versão diferente da nossa saga favorita ao invés de tomar vergonha nessa cara maldita e filmar os episódios 7, 8 e 9... Tudo bem até aí... Sério...

Agora... Você pegar e tirar o cara que foi a cara do Darth Vader nos últimos 30 ANOS, O CARA QUE  PEDIU QUE O FILHO O DEIXASSE PARA SALVAR SUA PRÓPRIA VIDA E COLOCAR AQUELE MULEQUE BIRRENTO, ATOR DE 7ª CATEGORIA NO FINAL DO 6º EPISÓDIO!!! VAI PRO INFERNO FILHO DA MÃE, POR QUE NÃO SUBSTITUIU O OBI WAN TAMBÉM? CAVALO! TEM QUE LANÇAR OUTRA VERSÃO DAQUI UNS ANOS NÉ... AÍ TEM QUE TER MERDA AINDA PRA FAZER NÉ?!

Ushaaaa... Ok, ok... Passou... Enfim... Vamos continuando...

Até houveram algumas cagadas menores... Ou ao menos mais antigas... Como o especial de Natal do Star Wars (COMO DIABOS EXISTE NATAL SE NÃO EXISTIA DEUS NAQUELE UNIVERSO), mas como decidi focar em coisa mais recente, esses três absurdos já estão mais que bons.

Maiores Acertos...
Os games... Em especial - Star Wars The Force Unleashed
Então, Star Wars é uma das poucas cinesséries que viraram bons games... Desde a época do Super Nintendo (com Super Star Wars) até o Playstation 2 com um game bastante interessante baseado em Jango Fett... Tivemos alguns games meia boca, algumas ofensas como o game de dança acima... E uma jóia da coroa...

Na pele de Star Killer, aprendiz secreto de Darth Vader, e na linha do tempo entre o terceiro e quarto filmes, saímos pelo universo a caçar jedis no game em que melhor sentimos no controle da força... É muito fácil fazer uma pessoa levitar e arremessá-la através de um painel de vidro..


Em uma edição especial que foi lançada você ainda tem alguns "e se's?" de presente, como por exemplo, se você matasse Darth Vader e assumisse o papel de "Inquisidor" imperial, como seria o universo Star Wars... Aqui topamos com fases em Hoth, no porto em Mos Eisley e mais algumas que serviram como cereja do bolo.

Sem falar no trecho em que é você contra um cruzador imperial... Jogue e entenderá do que estou falando...

A Trilha Sonora
Vamos combinar, a Marcha Imperial já foi tocada até pelo Metallica... A música tema da série é conhecida até por Talibã surdo... E a música do final da série, aquela do Retorno de Jedi, é simplesmente de cair os butiás do bolso.

E até mesmo a nova trilogia tem algumas músicas memoráveis como a Duel of Fates que tem sido tocada pelo mundo afora em diversas orquestras... Nem tudo pode ser horrível né?


"Uma Nova Esperança Indeed"
Para os loucos pela série como eu que não nasceram na época que esses clássicos foram lançados e não tiveram a oportunidade de ver jedis em telas gigantes... Menos que em nível inferior... Tivemos essa chance...

Tenho plena noção que não se trata da mesma coisa... Mas pára lá né... São sabres de luz do tamanho de taquaras na tela e aquela barulheira de lasers vindo de todos os lados... Sem falar na respiração do Lorde Vader na sala de cinema né? Uma experiência única...

Star Wars Para uma Nova Geração...
Como as batalhas de sabre de luz ficaram tão rápidas e cheias de pulos e kung fu quando na trilogia antiga lembravam muito os duelos dos filmes de Akira Kurosawa... A resposta é simples, é uma nova geração, uma geração pós-Matrix, Jet Li e O Tigre e o Dragão de Ang Lee...

Batalhas lentas e realistas poderiam não atrair o público às salas de cinema... Nada mais justo que a série se adaptar ao novo público... Temos que entender isso...

Isso pelo menos acabou rendendo as ótimas sequencias de batalha de Yoda contra Doku (Dokan, nunca entendi qual é o nome certo) em O Ataque dos Clones e a ótima luta entre Vader e Obi Wan no final do terceiro episódio... Se conseguirmos esquecer um pouco da pirotecnia toda envolta dela né.

Enfim... A nossa série infelizmente não está envelhecendo tão bem, quando comparada com De Volta Para o Futuro, por exemplo, que não apenas é mais respeitada, como teve uma continuação oficial através dos episódios/games lançados para PC nos últimos tempos pela competente Telltale Games...

Ah, tá bom... Star Wars também está ampliando seu universo através dos games (a exemplo do game Star Wars The Force Unleashed que adicionou um persongem forte e complexo na saga) ou da animação, Clone Wars (que ampliou bastante o universo durante o 2º e 3º episódios da saga)... Mas continuação do bagulho mesmo... Necas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade