terça-feira, 26 de abril de 2011

Por onde anda?!

A idéia inicial do amigo @ederson_dm foi de fazer um post apontando por onde andam as estrelas de televisão do passado, seja o japinha que fazia o Jaspion, sejam as Tiquititas...

O início de tudo... "Sim City 1"
Andei dando uma olhada na internet e vi que existem sites inteiros com essa premissa... Logo, resolvi fazer um pouco diferente (Malz ae @Edersondem), e como me bateu uma imensa saudade da série abaixo... Pergunto... Por onde anda o "Sim City"?
Simulador de gerenciamento de uma cidade, foi o Big Boom da Maxis... Na longínqua década de 90, com um game bem elaborado para o Super Nintendo... Não demorou para que saísse a versão que jogou a Maxis na vitrine...
Sim City 2000
Lançado para PCs, Sega Saturn e Play Station, já fazem uns 15 anos, esse game foi a revolução, gráficos ótimos (para época), sistema de gerenciamento aperfeiçoado, tamanho máximo da cidade bastante ampliado, bem como as funcionalidades...
Quando víamos, já eramos escravos da nossa cidadezinha, onde reinavamos com punho de ferro... Como uns e outros prefeitos de hoje né?

A segunda edição... Uma evolução brutal ao primeiro game...
Mas isso ainda não era nada... Tomamos um tapa na cara com a chegada de Sim City 3000, aquele que mais joguei...
Sim City 3000
Tinha ótimos gráficos, tanto que no PC que eu tinha época de lançamento não rodava de jeito nenhum... O game saiu apenas pra PC, deixando os fãs dos games chupando os dedos...

O terceiro, reparem na evolução gráfica e a interface muito mais amigável...
Sim City 4
O ápice da série, com bons gráficos até para os padrões atuais, novas possibilidades de crescimento da cidade e uma função que permite criar até mesmo um estado, através da contínua criação de cidades, Sim City 4 foi de longe o melhor game da série.

No quarto episódio temos missões para quebrar o gelo...
Para que pudéssemos desopilar um pouco das questões gerenciais, podíamos inserir cidadãos criados aos moldes do outro sucesso recém criado na época, The Sims, até mesmo os gráficos dos consultores remetiam aos gráficos do "game-irmão"...
Deste game até o próximo, houve um hiato dolorido de XX anos para os fãs... E quando o novo game chegou...
Sim City Sociedades
Com gráficos renovados e tantos anos no forno... Os fãs jogariam qualquer coisa que a Maxis lhes atirasse... Não tinha como dar errado... Ou tinha? Sim City Sociedades jogava toda a simulação do game pela janela e se concentrava apenas na estética da cidade e qualidade de vida dos Sims... Influência do irmão mais novo (The Sims) que acabou virando o carro-chefe da empresa...

O filho bastardo...
Essa mudança no estilo da Maxis se deu pela mesma ter sido comprada pela Ea Games, gigante do mundo dos jogos, o que (supostamente) levou o gênio criativo da Maxis, e criador de ambas as séries (além de Spore, outro ápice de criatividade) a deixar o cargo de Big Boss...
Voltando ao "Sociedades"... O game foi um desastre, fiasco em vendas e críticas, causou a ira dos jogadores que esperaram tanto tempo por um Sim City...
Hoje, a série se encontra na geladeira da Ea Games, que prefere continuar trabalhando no que tem dado certo... Como The Sims, que se encontra na sua terceira edição, e rende um sem fim de expansões a cada lançamento, também pudera, o game vem cada vez mais capado...
Quanto a Maxis... Parece que ter sido adquirida pela Ea Games, não lhe fez tão bem... Perdeu seu principal gênio criativo e afundou sua primeira franquia de sucesso... Confesso que durante a crise norte americana de três anos pra cá, tenho me preocupado com o futuro desta, que por muitos anos, foi um oasis de criatividade no meio de um deserto onde só se buscam lucros certos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade