segunda-feira, 25 de abril de 2011

Magic The Gathering

Aqueles que cresceram em cidade pequena dificilmente vão saber do que estou falando, agora aqueles que viveram sua adolescência nos anos 90, em uma cidade um pouco mais desenvolvida já ficaram ouriçados...

Uma criatura...
Conhecido como Card Game precursor, Magic iniciou a febre no Brasil no longínquo 1994, com o lançamento da 4ª edição traduzida para o português brasileiro.
Com imagens muito bem trabalhadas e sistema de jogo altamente viciante, Magic logo se espalhou pelo mercado nacional, que era dominado até então pelos RPGs de mesa (algo que também curti MUITO), e um ou outro garoto que jogava os Final “Fantasies” de Super Nintendo...
O jogo (explicando basicamente) emula um duelo entre dois magos, cada um com determinado número de HPs (os famosos pontos de vida) e um baralho, que simula o grimório do mago. Deste baralho serão lançados os ataques que tirarão os HPs do oponente até que se chegue a zero ou para aniquilar as criaturas que este venha a lançar em campo.
Como nos RPGs de mesa, muito da graça do Magic está na imaginação de quem o joga, então se você não for nem um pouco criativo, esse jogo provavelmente não lhe atrairá... A não ser que você seja uma daquelas malas que preferem perder uma amizade à um jogo, e usa de qualquer estratégia para vencer.

As cores

Como falei ainda há pouco, é necessário um pouco de imaginação, ou aquela “gana” dos que sempre querem sair como vencedores... Independente de qual tipo de pessoa você seja, tão logo comece a jogar, precisará escolher uma “cor” que regerá suas estratégias e em boa parte, mostrará muito do tipo de pessoa que você.

Baralho Branco – Tende a ter pequenas criaturas de regeneração (que aumentam os HPs do jogador/mago). Costuma vencer no cansaço, um ataque de cada vez enquanto aumenta ou regenera seus HPs.
Baralho Azul – Com menos criaturas e mais encantamentos para dominar as criaturas do inimigo, o baralho azul “rouba” as criaturas do inimigo para si. Tende a ser um baralho demorado também.
Baralho Verde – Aqui temos a força bruta. Criaturas com alto número de HPs para absorver o dano que seria infringido no mago, e contra-atacar com brutalidade. Como as criaturas exigem muita Mana (Terrenos) para entrar em campo, é um baralho difícil de jogar, pois você tem que agüentar o tranco por 4 ou 5 turnos em média até colocar sua primeira criatura grande.
Baralho Vermelho – Semelhante ao anterior, com a diferença de que as criaturas tem menos HPs, mais pontos de dano e a maioria ainda pode entrar em jogo batendo no mesmo turno. É um baralho para batalhas rápidas, encontra seu oponente de peso os baralhos brancos e azuis.
Baralho Preto – Lembra em muito o baralho branco, só que ao invés de usar clérigos para aumentar os HPs do mago, usam-se HPs do inimigo ou de próprias criaturas do mago. Costuma ter criaturas rápidas para atacar em conjunto.
Você ainda pode montar baralhos com combinações entre cores para obter melhores resultados.
A cada edição existe uma história de fundo para as batalhas e cartas que você terá em mãos, vou confessar que não conheço nenhuma delas por que sempre me interessei mais pelos desenhos nos cards e pelas estratégias... Mas, para os que gostam da área de histórias fantásticas, é um prato cheio.
Nos últimos anos ainda tivemos diversas incursões dos memes (já expliquei o que são no post sobre o internetês) e outras febres... Basta ver as três figuras abaixo pra comprovar...



Então com toda essa gama de possibilidades, você ainda adiciona a de você poder jogar em duplas, organizar pequenos torneios onde o vencedor ganhe um deck da última edição lançada, e você terá um ótimo hobby/vício para alimentar.
Nem sei em qual edição o game se encontra hoje, pois parei de jogar na 8ª edição... Tenho cartas para elaborar ao menos um baralho (mas um baita baralho) por cor e sempre mantenho meu baralho preto pronto para um possível duelo...
Ahn, ainda existe o game online, como coloquei o mesmo pra baixar alguns minutos atrás... Ainda não tenho uma opinião... De qualquer forma, segue abaixo o link (seguro) para download direto do site da Wizards of the Coast...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade