sábado, 16 de abril de 2011

Avenida 9 de Julho, 225...

Ontem a noite falei sobre a Floresta Akigahara, no Japão, como um dos lugares mais assombrados do mundo. Isso (em parte) dado ao sinistro título de melhor lugar para se suicidar do planeta.
Pensei em falar neste próximo post sobre Prypiat, na Ucrânia, cidade abandonada devido à um incidente na usina nuclear de Chernobil, mas como ninguém morreu, só ficaram coisas abandonadas, acho que não tenha nada demais...
Pensei em falar sobre a casa que fica na Ocean Avenue, 112 nos EUA, mas acho que já existem diversos filmes sobre ela... Aqueles que não identificaram de primeira, é a casa onde Ronald De Feo matou seus pais e seus quatro irmãos, gerando um fenomeno "pop" de horror, Horror em Amityville... Incrível como americano faz filme por qualquer "M"... Imagina se tivessem um exemplo como o caso abaixo...
Acabei chegando ao lugar onde ficava o Edifício Joelma, em São Paulo, e antes disso, a casa onde viviam Paulo Camargo, suas irmãs e sua mãe... Em 1948, depois de terminarem de construir um poço no quintal de casa... Paulo mata o restante da família e atira os corpos no tal poço... Quando a polícia foi acionada e chegou ao local, Paulo se suicidou com um tiro no peito (por que não na cabeça?)...
Como se fosse pouco esse fato para amaldiçoar um lugar, pouco tempo depois, um dos bombeiros, que retirou os corpos do poço, morreu por infecção cadavérica...
Em 1972 foi construído, sobre o terreno onde ficava a casa, um moderno edifício de 20 (ou 25, como descrito em alguns sites) andares, o edifício Joelma. Como ninguém quer arriscar né... Alteraram a numeração do terreno, mas isso não evitou que outra desgraça acontecesse...
Em 1º de Fevereiro de 1974 um curto-circuito no ar condicionado do prédio colocou tudo em chamas... O caos irrompeu geral, as escadas de caminhões de bombeiros não chegavam nem perto da altura necessária para salvar as pessoas dos andares mais altos... A água dos caminhões de bombeiros acabou diversas vezes... O edifício não tinha um heliporto o que dificultou ainda mais os resgates... Então começou a parte mais horrível para os que estavam fora do prédio... As pessoas se jogando pelas janelas do prédio para fugir do calor de mais de 700ºC...
Entre as mais de 400 pessoas que se salvaram, várias saíram pelos elevadores, uma vez que estes ficavam em um rede elétrica diferente das outras, e esta demorou a falhar... Todavia, quando as chamas foram controladas, 13 (número suspeito) corpos foram encontrados em um dos elevadores, estes corpos nunca foram identificados... Isso ficou particularmente conhecido como "mistério das 13 almas"...
Durante muitos anos o edíficio Joelma esteve fechado em reformas, até que foi reaberto sob o nome de Edifício Praça da Bandeira...
Alguém aí aceita passar uma noite onde mais de 180 pessoas já morreram violentamente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade